sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

A vida real é menos...


Por Ana Santos
 
As pessoas andam cada vez mais carentes e solitárias, apesar de colecionarem 3 mil amigos em perfis das redes sociais. Elas encontraram nas vidas agitadas e nas rotinas cansativas, desculpas para não investir nos relacionamentos pessoais (aqueles que exigem olho no olho,você lembra?). É mais fácil e prático manter pseudorelacionamentos nas redes sociais do que na vida real. Amar na vida real exige esforço, dedicação, empenho, enquanto no Facebook, basta que eu clique num polegar, escreva meia dúzia de palavras bonitas ou uma frase de Clarice e assim me torno a mais amada das criaturas.
 
Vamos batalhar por menos gente interessada em saber da vida alheia, e mais gente preocupada em fazer melhor a vida dos outros. Que comece por nós a mudança, seja com um sorriso, uma música, um bilhete, um abraço... A vida real dá trabalho, mas ela existe e pode ser melhor do que a vida que recebeu 56 curtidas.
_____________________
Texto escrito em agosto e esquecido num caderno qualquer (sim, eu escrevo em cadernos!).
Inspirado na personagem de Jéssica Biel, no filme "Eu odeio o dia dos namorados"
 
 
Ana Santos escreve no Escritora em Construção 

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Jake da série "Two And a Half Man" conta testemunho e pede para não assistirem a série.

Angus T. Jones, o Jake da série "TWO AND A HALF MEN" , surpreendeu a todos. O jovem gravou um vídeo com um testemunho cristão, encorajando as pessoas a não assistirem mais ao seriado.


 Em um vídeo publicado nesta segunda-feira, 26, o ator conta como descobriu a Cristo e de que forma seu estilo de vida, hoje, é contrário àquilo que ele mostra da TV.
No video Angus afirma que “Jake, de Two And a Half Men, não significa nada. Ele é um personagem inexistente. É um nada. Se você assiste...Por favor, pare de assistir”, diz o ator. “Eu não quero estar no show. Parem de assistir, parem de encher a cabeça de vocês com isso. Dizem que é entretenimento, mas façam uma pesquisa para entender o que a televisão faz na cabeça de vocês. Aí, sim, vocês poderão decidir o que fazer com a TV e, principalmente, escolher o que assistir.”
O ator ainda deixou a entender que deseja deixar o programa; “Ninguém pode ser temente a Deus e estar em um propgrama de TV.

A Warner Bros. e a CBS se recusaram comentar o ocorrido.

Assista o Testemunho de Angus T. Jones com legenda em português abaixo:

Para assitir em português,clique no ícone da legenda e em seguida clique em "Traduzir BETA" e escolha o idioma: Português.

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Servir: a graça não é de graça! (Lc. 17.7-10)

            Deus não pergunta sobre nossa capacidade ou incapacidade, mas se estamos à disposição.

            Uma das maiores carências da atualidade é de gente à disposição. Homens e mulheres compromissados com o Reino. Vivemos na era das facilidades, onde o que impera é a busca alucinada pelos holofotes e aplausos, como se fôssemos astros e não escravos. J. H. Jowett disse que “o ministério que nada custa nada realiza.

            Phillips Brooks disse: Não ore pedindo uma vida fácil. Ore para ser um homem mais forte. Não ore pedindo uma tarefa equivalente às suas forças. Ore por forças equivalentes às suas tarefas. Ainda confundimos a graça com o remanso, o não-fazer. Esquecemos de que o contrário de graça não é esforço, é mérito!

            A igreja do século 21 é uma igreja acostumada à mecânica do templo. Uma igreja de pedra, mas não de gente. Uma igreja que inverte o “Ide” e subverte a própria missão – é a autossabotagem eclesiástica.

            Pense na seguinte pergunta: o que te qualifica como servo?

 Cuidado com a maldição da ociosidade

            Carecemos de um resgate da condição de servo! Não um servo sentado em casa, descansando de manhã, repousando à tarde e dormindo à noite!
            Um escritor disse que o ócio é a morada do demônio. Ócio é o outro nome da preguiça. Harvey Cox disse que a preguiça foi responsável pelo pecado de Adão: ainda corremos o risco de deixar a serpente escolher por nós!
            Oscar Wilde disse que “o problema de a pessoa ter uma boa ideia é ser chamada para colocá-la em prática”. A igreja contemporânea é repleta de especialistas em tudo aquilo que não fazem!
            A palavra “negócio” vem do latim: é a junção da partícula de negação “ne” + “ótium” que significa “repouso, descanso”, portanto, “negócio” é a negação do repouso, a negação do ócio. Precisamos descansar, mas não para sempre!
            O preguiçoso, nem sempre é aquele que nada faz, às vezes, se esconde no ativismo! É aquele que faz tudo o mais rápido possível, só para ver se sobra tempo para descansar! Um provérbio antigo diz que “o diabo tenta todo mundo, mas o preguiçoso tenta o diabo”.
            Phillips Brooks disse que Pensar que você não pode fazer nada é quase tão arrogante quanto pensar que pode fazer tudo.
            Trabalhe! Envolva-se na graça e sirva! A graça não é de graça!

 Estar envolvido com a graça não significa ser negligente

            O servo qualificado é o oposto do negligente. Algumas pessoas usam a graça como desculpa para não trabalhar.
            O servo não deve esquecer suas tarefas: Os alemães têm um provérbio: “jamais digas esqueci, pois o esquecimento é próprio dos irresponsáveis”. O esquecimento da graça nos lança no perigoso território da não-graça! Desculpas esfarrapadas para não gerarmos frutos e filhos!
            O servo não deve ser desleixado: Precisa aprontar-se e servir com qualidade. Um dos aspectos que a Rainha de Sabá observou e elogiou foi a corte de Salomão (I Reis 10. 4-8). Servos desleixados envergonham seu Senhor.
            O servo não deve ser desatento: Deve esperar enquanto seu Senhor come e bebe. Servos desatentos sentam-se em qualquer lugar, inclusive nos lugares aonde não foram chamados.
            C. S. Lewis disse: Certamente você realizará o propósito de Deus, não importa como esteja agindo, mas faz diferença se você serve como Judas ou como João.
            Sirva com excelência, pois  como disse Paulo  em I Co. 15. 58: “o nosso trabalho não é vão no Senhor”

 Cuidado com a armadilha da ambição desmedida

            Em Lc. 17. 9,  Jesus pergunta aos discípulos: “será que vocês agradecerão ao servo por ter feito sua obrigação?”
            Hoje, trabalhar por glórias e mídia virou obsessão. A ambição desmedida foi responsável pela metamorfose de anjos em demônios. O elogio ao servo só ocorre no final de sua tarefa: “servo bom e fiel”. A ambição desmedida faz com que o servo distorça sua tarefa e destrua sua recompensa. Servir, por si só, já deve ser visto como glória.
            Agostinho dizia: Torna-me teu escravo, ó Deus, e então serei livrre! Vance Havner disse: Nossa eficiência sem a suficiência de Deus é apenas deficiência. A ambição desmedida pode nos levar ao abismo da manipulação dos meios e dos outros.
            Qual tem sido a sua motivação?

 Cuidado com a doença da arrogância

            O versículo 10 deixa explícito o que os próprios servos pensavam de si: “somos servos inúteis”.
            Esse texto vai na contramão da espiritualidade dos queridinhos de hoje. Vivemos numa igreja onde ninguém quer ter a abençoada inutilidade, a grande maioria dos crentes foram picados pela mosca azul do poder.
            Um servo arrogante é uma ameaça ao bom andamento da obra. Servo arrogante é contradição. Quem serve, deve fazê-lo em amor! (João 13)

            Que Deus nos guarde da enfermidade da arrogância, da Síndrome de Nabucodonosor, de trocar o manjar do Senhor pelo capim dos orgulhosos.

Até mais... 
Alan Brizotti
Fonte:http://alanbrizotti.blogspot.com.br/

sábado, 3 de novembro de 2012

Que isso meu Deus????


 Ai minha gente.
Dá uma olhadinha nesse cartaz e dorme com um barulho desse!

.


Visão de raio-X????????????????
Batismo de prosperidade??????

 Quando eu digo que tem crente “power ranger”, “super-homem” e “Dragon Ball Z” ninguém acredita.
 
 
 
 
 
 
 
 

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

O Evangelho é o suficiente para você?


Por Leonardo Gonçalves

Um dos pontos que diferencia evangélicos das seitas pseudocristãs é a suficiência da Palavra de Deus. Todo cristão evangélico sustenta que a Bíblia é a infalível Palavra de Deus, totalmente suficiente, ao ponto de já não necessitarmos novas revelações alheias ao evangelho, nem de aparições angelicais ou ainda tradições esclerosadas de origem duvidosa. Na verdade, afirmar a Suficiência das Escrituras equivale a que não precisamos de nenhuma outra coisa além do evangelho. Nada além das Escrituras.

Se isso for verdade, segue-se que todo o resto é enfeite de culto. É bonito, interessante, as vezes didático, mas secundário. Remova o púlpito, e ainda terá uma igreja cristã. Remova as cadeiras e não perderemos nada. Desligue o ar condicionado do templo e ainda teremos uma igreja evangélica. Acabe com o grupo de musica, desligue o projetor, e ainda teremos uma igreja evangélica, uma pregação evangélica, e um culto evangélico. Será?

Imagine que um dia você chega na sua igreja e encontra um templo vazio: o púlpito não está lá, as cadeiras acolchoadas também não, não há instrumentos musicais, nem banda, nem letras no telão, nem teatro, danças, coreografias, nada nesse estilo. Você entra e tudo o que vê é um homem com uma Bíblia na mão. Como você reagiria? Como você se sentiria? Será que você ainda pensaria que está entrando em uma igreja? Será que a sua igreja sobreviveria sem todos estes elementos secundários? Será que sua fé resistiria a todas essas mudanças? Se nós tivéssemos cultos somente de pregação, as pessoas assistiriam mesmo assim?

Em outras palavras, o Evangelho é realmente suficiente para nós?

A verdade é que se estes elementos deixassem de existir, muitas igrejas desapareceriam também. Isso porque são igrejas centradas em vaidades, e não no evangelho de Cristo. Para elas, a suficiência das Escrituras é apenas um dogma a ser confessado, e não uma verdade para ser vivida!

Pastor, proponho que você faça o seguinte: Remova as cadeiras, tire o púlpito do lugar, desligue os ventiladores, tire os instrumentos e todas as outras coisas não essenciais de sua igreja e aguarde seu rebanho com a Bíblia na mão. Use a oportunidade para falar da suficiência da Palavra. Mostre a eles a diferença entre o essencial e aquilo que é secundário. Deixe que eles sentem no chão, com a Bíblia sobre as pernas e saboreiem a Palavra sem distrações. Aproveite para dizer a eles que milhões de crentes ao redor do mundo se reúnem assim: sem cadeiras, sem edifícios ostentosos, ar condicionado, projetores e banda de musica; são os cristãos perseguidos. Conte a eles como, para milhões de crentes ao redor do mundo, a Bíblia é suficiente.

Marque reuniões mensais assim, onde vocês se despojarão de tudo o que não é essencial para saborear a Palavra e viver como a igreja primitiva e como os crentes perseguidos. Tenham refeições em comum durante este período e intercedam pelos seus irmãos em todo mundo. E se depois de alguns dias você ficar sozinho com a Bíblia na mão, comece a plantar de novo, pois o que você tinha não era uma igreja evangélica, um rebanho de ovelhas, mas apenas uma seita centrada em uma infinidade de elementos não essenciais, mas totalmente distante da verdadeira fé e do evangelho de Deus.

***
Leonardo Gonçalves é missionário no Peru e editor do Púlpito Cristão

sábado, 13 de outubro de 2012

Ciúme é Normal....Será Mesmo?



 Por Paulo de Abreu Marcondes


Essa é uma pergunta que todos deveriam se fazer. Andei verificando o que significava ciúme,e no Dicionário Aurélio, diz o seguinte: “Sentimento doloroso que as exigências de um amor inquieto, o desejo de posse da pessoa amada, a suspeita ou a certeza de sua infidelidade fazem nascer em alguém...". Parei por aí. É muito sério isso gente. Como um cristão pode ser ciumento? Como um marido ou esposa pode ser ciumento(a)?

Gálatas 5:19-21: Ora, as obras da carne são manifestas, as quais são: a prostituição, a impureza, a lascívia, a idolatria, a feitiçaria, as inimizades, as contendas, os ciúmes, as iras, as facções, as dissensões, os partidos, as invejas, as bebedices, as orgias, e coisas semelhantes a estas, contra as quais vos previno, como já antes vos preveni, que os que tais coisas praticam não herdarão o reino de Deus.

Tiago 3:16: Porque onde há ciúme e sentimento faccioso, aí há confusão e toda obra má.

I Coríntios 13: 4-7: "O amor é sofredor, é benigno; o amor não arde em ciúmes; o amor não se vangloria, não se ensoberbece,não se porta inconvenientemente, não busca os seus próprios interesses, não se irrita, não suspeita mal;não se regozija com a injustiça, mas se regozija com a verdade;
tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta".

Fico imaginando, o quanto deve ser difícil para um homem ou uma mulher sofrer por ciúmes. Mas, e o cristão! Porque tem ciúmes ? Porque o amor não sobressai sobre o ciúme ?

Porque existe tanta insegurança em uma relação? Não consigo imaginar como alguém que ama, que leva Deus a sério, que realmente crê nas promessas da Palavra pode ser ciumento.

A Palavra diz:

Efésios 5: 22-30:
Vós, mulheres, sujeitai-vos a vossos maridos, como ao SENHOR;
23 Porque o marido é a cabeça da mulher, como também Cristo é a cabeça da igreja, sendo ele próprio o salvador do corpo.
24 De sorte que, assim como a igreja está sujeita a Cristo, assim também as mulheres sejam em tudo sujeitas a seus maridos.
25 Vós, maridos, amai vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela,
26 Para a santificar, purificando-a com a lavagem da água, pela palavra,
27 Para a apresentar a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, mas santa e irrepreensível.
28 Assim devem os maridos amar as suas próprias mulheres, como a seus próprios corpos. Quem ama a sua mulher, ama-se a si mesmo.
29 Porque nunca ninguém odiou a sua própria carne; antes a alimenta e sustenta, como também o Senhor à igreja;
30 Porque somos membros do seu corpo, da sua carne, e dos seus ossos.
31 Por isso deixará o homem seu pai e sua mãe, e se unirá a sua mulher; e serão dois numa carne.


Como alguém pode ser uma só carne e ter ciúmes ?
O ser uma só carne é ser um em tudo ! É ser uma só carne, uma só mente e um só coração. Como pode ser isso . O corpo físico é um do outro, seus pensamentos são um para o outro, assim como seus corações.
O amor entre um homem e uma mulher, no Senhor, é isso.
As necessidades físicas, sexuais, devem ser satisfeitas um com o outro, os seus desejos, seus pensamentos devem ser em fazer o outro feliz, o seu coração deve amar seu cônjuge acima de tudo e de todos, só abaixo do seu amor pela Trindade (Pai, Filho e Espírito Santo).

Como pode amar alguém e desconfiar dessa pessoa ?

No verso 25, de Efésios 5, citado anteriormente diz que devemos amar nossa esposa, como Cristo amou a igreja, e a si mesmo entregou por ela.

O mesmo se diz para as mulheres que devem estar sujeitas a seus maridos em tudo.

No Aurélio, desconfiar significa :

Supor, julgar, não ter confiança, suspeitar, duvidar, entre outras definições.

Como um cristão que leva a sério a Palavra, pode não confiar no seu cônjuge? Aonde está o amor verdadeiro ?

Julgar no Aurélio é Decidir como juiz ou árbitro; sentenciar, imaginar, conjeturar, formar opinião sobre, avaliar.

Em Hebreus 13:4 diz :

Honrado seja entre todos o matrimônio e o leito sem mácula; pois aos devassos e adúlteros, Deus os julgará.

O ciúme não leva as pessoas ao crescimento, a alegria, ao amadurecimento, mas leva ao sofrimento, a dor, a desconfiança, ao desentendimento.

Quantos casamentos se abalam quando existe o ciúme.
Confiar é segundo o Aurélio :

Ter confiança; ter fé; esperar, acreditar. pôr confiança, esperança (em alguém ou em alguma coisa), confidenciar.

Quem confidencia sua vida, seus pensamentos, seus desejos, seus sentimentos com alguém a quem não confia?

Quem não confia, fica desesperado com atrasos, com amizades, suspeita de tudo e de todos.

Conta-se que uma linda e simpática mulher, carismática, atraente aos olhos das pessoas, porque seu sorriso era encantador, sua voz transmitia paz, segurança, alegria em viver, era casada com um homem muito ciumento, mas que nunca demonstrava para ela esse ciúme que sentia dela, ele sofria por dentro.

Por muitas vezes ele ardia em ciúmes, só por ver sua esposa conversando com muitas pessoas, sempre rodeada de amigas e amigos, pessoas que gostavam muito da amizade dela, porque sempre tinha uma palavra de conforto, de incentivo, de alegria, sempre mostrava o lado bom das coisas.

Um dia, morrendo de ciúmes, ele começou a seguir sua esposa, ouvir atrás da porta suas conversas ao telefone, revirar sua bolsa enquanto ela dormia a procura de alguma coisa que a delatasse, nunca encontrava nada.

Certo dia, ouviu meia conversa de sua esposa com outra pessoa, sobre o encontro na casa dessa pessoa, no início da noite. O marido, ardendo em ciúmes, ficou atento aos movimentos de sua esposa naquele dia, tudo parecia muito suspeito, ela fazia muitas ligações de seu celular, querendo esconder alguma coisa, falava em tom um pouco mais baixo do que de costume, era muito estranha a atitude dela naquele dia.

Ele a estava seguindo, mas por um problema no trânsito, perdeu sua esposa de vista, ficou irado, furioso. Tentou ligar para o celular dela e só dava ocupado, ou fora de área. O que será que ela estava fazendo, com quem ela estava naquele momento.

Aí recebeu uma mensagem pelo celular dizendo “ me pegue as 19:00 horas em tal endereço “. Ele olhou no relógio, faltavam ainda alguns minutos, correu desesperado até o endereço dado, pensando muita bobagem pelo caminho, até que chegou em frente a casa cujo endereço ela tinha dado, estava tudo meio escuro, apenas uma pequena claridade em uma das janelas, a cortina estava fechada, uma pequena sombra movimentava-se, talvez ela estivesse lá, com alguém, e não suspeitasse que ele viria mais cedo. Ele como um raio abriu a porta e precipitou-se para dentro da casa, na escuridão, batendo-se pelos móveis, fazendo um barulho enorme, quando num repente a luz se acendeu, a casa estava lotada de amigos, colegas de trabalho, parentes e sua linda esposa, cantando para ele ...parabéns prá você.....

É de se imaginar a cara que ele ficou quando se deparou com aquele cena.

Isso é apenas uma estória, mas ilustra muito bem o que o ciúme pode fazer com uma pessoa.

Se vocês levam Deus a sério, não deixem o inimigo colocar barreiras entre você e seu cônjuge, rejeite qualquer atitude que está fora da Palavra. Lembre-se do que diz em Romanos 13 : 9-10,

Com efeito: Não adulterarás, não matarás, não furtarás, não darás falso testemunho, não cobiçarás; e se há algum outro mandamento, tudo nesta palavra se resume: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo.O amor não faz mal ao próximo. De sorte que o cumprimento da lei é o amor.

Ou o que diz em Gálatas 5:22:

Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança.

Conclusão:

Vale a pena ser ciumento? Vale a pena viver uma vida de desconfiança, suspeitando de coisas irreais sobre seu cônjuge ? Vale a pena viver fora da Palavra ?

 
Por:   Paulo de Abreu Marcondes
Igreja Batista do Bacacheri - Curitiba/PR
pauloamarcondes@yahoo.com.br

quinta-feira, 4 de outubro de 2012

TRAIR E ORAR, É SÓ COMEÇAR!

Por Dani Marques

O título te escandalizou? Ou foi a imagem? Sabe o que que mais me escandaliza, ou melhor, indigna? É saber que o adultério corre solto dentro das igrejas. Os escândalos anunciados na mídia e os muitos e-mails que recebo não me deixam mentir. Não, não estou falando de pessoas que vez ou outra traem, se arrependem genuinamente e buscam restauração em Cristo, mas sim daqueles que se dizem irmãos e vivem na imoralidade.

Ou seja, o adultério e a prostituição fazem parte da sua vida tanto quanto a oração e leitura da Palavra (diga-se de passagem: leitura conveniente da Palavra). Um dos exemplos que me vem a mente, é o caso do pastor que ignorou o acento da palavra adúltera, acrescentou uma vírgula no texto e criou um justificativa para traçar sua "ovelhinha": "Vá, tome uma mulher, adultera...". Veja a diferença do texto original: "Vá, tome uma mulher adúltera e filhos da infidelidade, porque a nação é culpada do mais vergonhoso adultério por afastar-se do Senhor". Oséias 1:2.

Líderes religiosos usando a Palavra para justificar o pecado? Não preciso nem me dar ao trabalho de procurar. Tem aos montes!
Mas não podemos esquecer que adultério não envolve apenas o ato físico: "Mas eu lhes digo: qualquer que olhar para uma mulher para desejá-la, já cometeu adultério com ela no seu coração". Mt 5:28. "Vixi, então o negócio tá feio!" Feio? Tá feio, encardido e fedendo a estrume!

Quantos líderes religiosos lascivos estão levedando toda a massa? Pregando a Vida e vivendo na morte? Abra o cardápio da imoralidade e observe:
1 - Pastores que traem suas esposas com mulheres da própria igreja;
2 - Mulheres que sentem prazer em acentuar suas curvas para atrair olhares;
3 - Líderes religiosos frequentadores de prostíbulos;
4 - Líderes de jovens viciados em pornografia;
5 - Pastoras com fogo na periquita incendiando o "gabinete pastoral";
6 - Mulheres que usam o pretexto do aconselhamento individual para seduzir seus líderes;
7 - "Levitas" praticantes de sexo virtual;
8 - Padres pedófilos e etc.

Músicas que todo cristão deveria ouvir #2

Continuando a série "Músicas que todo cristão deveria ouvir", deixo pra vocês um belo louvor.

Muitas vezes gosto de escutar ele de manhã indo trabalhar, ou o contrário quando estou voltando p casa após um dia dificil.

Essa música nos faz lembrar que por meio de Jesus Cristo nosso Senhor nós somos "LIVRES"

"Livre Sou - Leonardo Gonçalves"



quarta-feira, 3 de outubro de 2012

A PONTE-Entre o Agora e o Sempre

Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” – João 3:16

Por William de Souza

A um tempo atrás eu vi um video no youtube chamado " A Ponte".  Me emocionei e até cheguei a passar ele na igreja em que congrego no momento de mintração de um louvor que falavra sobre o amor de Deus por nós. 

Foi uma benção, mas  nunca tive a oportunidade de ver o filme completo (que trata-se de um curta-metragem), até que recentemente decidi procurar por esse filme. Bem na verdade eu achava que o video se tratava só daquilo mesmo no clip, que tem uns 6 minutos, mas o filme em si tem por volta de meia hora de duração.

"A Ponte" é um filme comovente, indicado ao OSCAR de melhor curta-metragem e ganhador de vários prêmios ao redor do mundo.

O filme conta a história do afetuoso relacionamento entre um operador de uma ponte levadiça o seu pequeno único filho.
Este amor é colocado à prova quando os dois tentam impedir um iminente desastre com um trem que transporta centenas de pessoas.

Quando uma jovem, que leva uma vida totalmente sem rumo, testemunha um grande ato de amor, sua vida muda para sempre.

O que é necessário para transformar uma vida?  

Sentimentos... Vida... O que fazer em meio a um dilema que marcará para o resto da vida?
Uma obra que nos coloca diante de uma verdade... Somos os juízes de nossos atos. 



Falo com opinião de quem curte e muuuito cinema.
O filme é emocionante e  transmite a dor da perda com expressões fortes que impressionam.



CLIQUE NA IMAGEM PARA VER O FILME
Uma palavra define esse curta: Fantástico.   Diz muito em pouco tempo e o resultado nos deixa fascinado.
 

O curta-metragem não é mudo, porém, a sensação é de ser. Os ventos, a neve, o som dos trilhos, só como alguns exemplos, funcionam como ferramentas muito mais poderosas que diálogos diretos; essa forma de contar a história é magistralmente usada em “Most”, um filme de amor, sacrifício e esperança. 

Mas o melhor do filme é que ele é uma comparação(ilustração na verdade) ao amor de Deus que pra salvar toda humanidade entregou seu filho a morte, para que nós pecadores venhamos a ter vida eterna.

Simplesmente maravilhoso.

Assista ao filme e que o Espirito Santo habite em você.  Fique na Paz de Deus.

LINK PARA VER O FILME NO SITE YOUTUBE FILME CLUB

OU CLIQUE NA IMAGEM


quarta-feira, 19 de setembro de 2012

O que Deus pensa sobre as mulheres #5 - "Sou?"

Por Andréia Cerqueira

Sou menina e também sou mulher. Inocente e igualmente culpada. Inquieta e tantas vezes complacente. Sou mistério revelado na face. Maltrapilha ainda que santa. Sou capaz de chorar com um vídeo institucional, mas de desaperceber o brilho nos olhos de uma criança. Sou luz e escuridão. Sou erros e acertos. Paz e guerra. Inverno e verão. Sou os livros que leio, as escolhas que faço, os tropeços que cometo. Sou a comida que como e a fé na qual creio. Sou inconstantemente perseverante. Contradição, orgulho e humildade. Sou rock and roll, soul e MPB. Sou branca miscigenada. Sou pró-ativa, mão na massa. Também sou preguiça e esterilidade. Sou filha, irmã, tia e amiga. Sou também ex-namorada e ex-amiga. Sou as pessoas que passaram por mim, os lugares que visitei, os filmes que vi. Sou o que Deus diz, ainda que muitas vezes acredite ser o que as pessoas dizem de mim. Sou emoção e algumas vezes razão. Sou falha, limitada. Alguém que crê ainda que às vezes lute para acreditar. Sou esperança após o dilaceramento. Nascer do dia e entardecer. Sonhadora com os pés no chão e a cabeça nas nuvens. Mulher de sorriso fácil e cara carrancuda. Sou palavras suaves e gargalhadas desajeitadas. Sou esporte e sou arte. Unhas feitas e joelhos ralados. Sou louca, sou sã. Poesia de rima pobre. Certezas e dúvidas. Sou silêncio, conversas infinitas e oração. Sou obra inacabada, ainda imperfeita e constantemente em construção.

----


"Sou igual a você diante de Deus; eu também fui feito de barro."
(Jó 33:6)

Músicas que todo cristão deveria ouvir #1

Existem alguns louvores que com certeza todo crente em Jesus deveria ouvir.
Mas sabe, ouvir meeeesmo!!  Não deixar de ouvir de jeito nenhum...!!!  E se possível toda manhã,  já pra passar o dia meditando na mensagem.

Então decidimos deixar alguns louvores que se encaixem nisso. 
Se quiser, deixe no comentário algum louvor que você também acha indispensável ao nosso cotidiano.

Segue aí o primeiro pra vocês: 

"Eu Escolho Deus - Thalles Roberto"

terça-feira, 18 de setembro de 2012

Cansei desta armação!

Profanaram nosso altar
Onde o fogo já não arde
Nos disseram em quem votar
Nosso herói se fez covarde

Quem lhes deu procuração
pra pensar pelo seu povo?
Já cansei desta armação
Nesta marcha não me envolvo

Quem abriu nossa porteira
para que entrasse o lobo?
Nos deixou sem eira ou beira
Me achou 'cara de bobo'

Esta guerra contra gays
Não convence mais ninguém
Seus decretos, suas leis
Já não me farão refém

Sai pra lá seu impostor!
Aqui você não se cria
Assedia meu pastor
oferecendo porcaria

Ainda que isso fosse
por dinheiro ou por cargo
O que hoje é tão  doce
amanhã será amargo

Boas obras podem até
driblar sua consciência
Será mesmo que sua fé
justifica a conivência?

Mais cedo ou mais tarde
Suas máscaras cairão
Imagine o alarde...
Pra que tanta exposição?

Na busca por relevância
perdeu-se a credibilidade
Mas no fundo é a ganância
que negocia a verdade

Pode até soar estranho
esta minha posição
É melhor poupar o rebanho
do que minha reputação

Se você esteve cego
à procura de apoio
Crucifique o seu ego
Rompa com este comboio



Autor: Hermes C. Fernandes em 16/09/2012

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

A Força do Perdão

 Por William de Souza
 Mateus 18:22 - Jesus lhe disse: Não te digo que até sete; mas, até setenta vezes sete.
Perdão

Palavra pequena difícil de se pronunciar, dependendo das circuntâncias, mas que salvam qualquer tipo de mal entendido, seja uma amizade, namoro e até casamento!

Deus nos deu prova da grandeza maior dessa palavra "Perdão",quando deu seu filho Jesus para morrer por nós na Cruz!
E Jesus ainda disse: "- Pai perdoai-vos eles não sabem o que fazem."
Com toda a dor que sentia naquele momento Ele foi nobre ainda de pedir por nós ao Pai.

No anigo testamento, quando Jacó passou a viver uma vida mais próxima de Deus, ele experimentou diversas transformações e foi conduzido por Deus a reparar parte das faltas que cometeu.
Uma delas foi com seu irmão Esaú (Gn 33.1-4). Era necessário que aquele relacionamento, que havia sido rompido pelo pecado de Jacó, fosse reparado. E Deus trabalhou para que a amizade entre os irmãos fosse restaurada.

Querido leitor,não viva um evangelho de relacionamentos rompidos e de faltas sem perdão.
Nossa fé é uma fé de perdão. Deus nos perdoou através de Jesus, e Ele ordena na Palavra que perdoemos uns aos outros. Até 490 vezes, se for necessário (Mt 18.21,22).

Perdoe seu irmão! Jesus perdoou você! Por que você não pode perdoar seu irmão??
Não perca sua comunhão com Deus por causa de seu orgulho!


Deixo a vocês uma das mais belas canções do nosso Poeta Sérgio Lopes.
A Paz a todos.




A Força do Perdão
Sérgio Lopes


Perdoar é muito mais que estender a mão
E dizer eu te perdôo meu irmão
Usar a voz é fácil apertar a mão também
O difícil é revelar o coração
Mas se o coração perdoa é fácil perceber
Pois o coração é cúmplice do olhar
Perdão que sai do coração
É jóia rara de encontrar
E está na sinceridade de um olhar

Se eu te machuquei, reconheço que errei
Eu agora percebi quanto mal eu te causei
Como vou falar de amor se eu não souber amar
Eu preciso de você para me ensinar
Eu me arrependi e revelei meu coração
Agora é sua vez de me ensinar uma lição
Preciso de você pra conhecer a dor ou conhecer a força do perdão.


segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Telefonema Irmão Lázaro - Crente que é Gente!

Olá pessoal tá ai mais um video do Crente que é Gente!!!

O Cara manda bem...!! Um ótimo vlog Cristão pra vocÊ se divertir na net.
Com um humor que não precisar apelar como vemos na tv por aí...
Muito Bom...

terça-feira, 28 de agosto de 2012

O Evangelho da Tele-Sena

 

Sobre gospel-stars, Roberto Carlos e ministérios 

  

 Por Ana Santos

Estamos num grande palco. Pregamos um evangelho de Tele Sena, onde você sempre ganha, seja no raspe aqui, com mais ou menos dízimo, digo, pontos. Nossos levitas esqueceram o que isso realmente significa. Estão mais para artistas do que para pessoas dispostas a servir na Casa do Senhor. São gospel-stars, cheios de vontades e estrelismos. Nossas igrejas vivem cheias de pessoas vazias, meros imitadores de modismos passageiros.

 São muitos os ministros de louvor que levam multidões em eventos patrocinados por políticos, e políticos que encontram púlpitos livres para ludibriar uma dúzia de pessoas; mas, são poucos os que estão dispostos a bater na porta ao lado e falar ao vizinho funkeiro que Jesus não discrimina ritmo, e que Ele o ama. Não me assusta ver cantores cobrando R$ 45 mil por apresentação, mas me escandaliza encontrar igrejas que pagam por isso. Se for pra pagar, porque não contratar o Roberto Carlos? Aquele ali consegue lotar até um cruzeiro que é algo absurdamente caro, o que ele não faria numa igreja, não é?

 Temos muitos conferencistas, pregadores internacionais, bispos, apóstolos, patriarcas, pastores com programas em todos os canais de TV aberta, mas com dificuldades encontramos evangelistas dispostos a entrar num presídio (Pr. Wagner Almeida, minha admiração eterna por seu trabalho!) e falar do amor que liberta. Na verdade, vemos aumentar a cada dia o número de preletores em frente às câmeras, e entrar em extinção aqueles que investem no Reino por amor a obra e não pelas vantagens que irão obter fazendo isso ou aquilo.

Nunca foi fácil servir ao Senhor. Aquele que disse o contrário é um tremendo mentiroso. Pra começo de conversa, Jesus disse “aquele que quiser vir após mim, negue a si mesmo”. Putz, alguém sabe como é difícil negar a si mesmo? Renunciar as suas vontades, seus planos por reconhecer que os planos do Pai são melhores (mesmo sem saber quais são) não é tarefa fácil. Mesmo sendo difícil, é melhor caminhar pela estrada estreita do que aceitar as facilidades da estrada larga da perdição. Nos perdemos com muita facilidade ao corrompermos nossos valores, ao aceitarmos pregações vazias, artistas ao invés de verdadeiros adoradores.


Reconheço minhas fraquezas e poderia escrever 13 volumes de uma enciclopédia sobre meus defeitos e erros do passado. Mas algo que jamais quis foi demonstrar uma falsa comunhão com Deus. Nunca quis subir em púlpitos para pregar um evangelho de engano, de promessas fast food e vida cristã sem sacrifícios. Não tenho coragem de segurar um microfone para pregar se a minha vida não estiver dentro de um padrão mínimo de retidão. Conheço o Deus a quem escolhi servir e sei que para Ele não importa se eu estiver pregando para um milhão de pessoas, se houver uma a quem eu devo pedir perdão. 

Meus sacrifícios, minhas palavras, minha adoração, tudo isso será vão se eu não fizer pela motivação certa – amor ao Senhor, amor pela obra e pelos perdidos. Quem não consegue amar aquele que está ao seu lado, como irá demonstrar verdadeira paixão pelas almas? Sua pregação será vazia, feita por vaidade para ganhar aplausos e não almas. Como eu posso desejar ir aos perdidos, se concordo em perder uma amizade por desencontros e pequenas desavenças?


Não quero fazer com esse texto uma metralhadora de acusações, mas não posso ver certas coisas e fechar meus olhos, fingir que não é comigo. Não posso me imaginar construindo um ministério semelhante a tantos outros doentes e ignorar que ele começa aqui em casa, se completa no trabalho e aperfeiçoa na igreja.

Ana Santos escreve no Escritora em Construção a coopera aqui no Protestadas

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...