sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Mundo real


    

                                Estamos vivendo um período em que procuramos suprir nossas 
carências no mundo virtual. Damos incondicionalmente do nosso tempo e oferecemos muito de nósNos abrimos, enviamos flores virtuaisabraços 
virtuais
palavras de consoloinfinitos bons dias e boas noites. Trazemos 
sonhos
 e oferecemos nossa amizade sem nos questionar.
Sabemos pouco uns dos outrosmas isso não tem importânciaQuando
porta do mundo virtual se abre, entramos e não nos preocupamos em 
saber
 se existe uma porta de saída.
Enquanto isso, ao nosso lado, na nossa vizinhança, na nossa cidade e, mesmo
dentro
 da família, as pessoas vão sendo deixadas.
Nos esquecemos do bom dia diário, do sorriso luminoso que pode iluminar
dia de alguém, de um olhar sincero do "pode contar comigoque
escrevemos tantas vezes a quem não conhecemos.
Mas quando Deus permitiu que a internet fosse criada,
foi para que mais portas se abrissem e não que outras fossem fechadas.
Penso que Ele queria que nos abríssemos para o mundomas que jamais
desejou que nos fechássemos em nossa casa.
Entãopor que não trocar de vez em quando algum tempo diante do pc por
uma boa xícara de café com alguém que conhecemos? No lugar de um 
e-mail
 de bom dia que vai ficar guardado numa caixinha virtualum caloroso 
bom
 dia por telefone que vai ficar guardado no coração. Uma boa 
gargalhada
 a doistrês ou mais pode ser ainda mais saudável que
uma solitária diante de uma tela.
Experimente de vez em quando voltar ao mundo realSer uma bênção 
virtual
 é enriquecedor e nos traz grandes satisfaçõesMas se, além disso,
podemos ser uma bênção real e uma real bênçãonossa missão de ser anjos
 na terra vai estar sendo maravilhosamente cumprida.
 
 Esta mensagem é de autoria de
Letícia Thompson  
Braine-l'Alleud, principal cidade da região Brabant Wallon
- Bélgica -
http://www.leticiathompson.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comenta! Elogia! Critica! É tudo para o Reino!

Considere apenas:
(1) Discordar não é problema. É solução, pois redunda em aprendizado! Contudo, com modos.

(2) A única coisa que eu não aceito é vir com a teologia do “não toque no ungido”, que isto é conversa para vendilhão dormir... Faça como os irmãos de Beréia e vá ver se o que lhe foi dito está na Palavra Deus!
(3)NÃO nos obrigamos a publicar comentários ANÔNIMOS.
(5) NÃO publicamos PALAVRÕES.

“Mais importante que ser evangélico é ser bíblico” - George Knight .

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...